10 profissões com futuro

O mercado de trabalho está em mutação e a tecnologia acelerou o aparecimento de novas carreiras e profissões até aqui inexistentes. Para os especialistas, o grande desafio dos profissionais que procuram uma carreira de sucesso é estar permanentemente à frente das empresas, antecipando as suas necessidades. Já não se trata de saber as profissões que hoje dão emprego, mas aquelas que daqui a dez anos serão vitais às organizações. Provavelmente nunca ouviu falar em nenhuma das que listamos a seguir. Mas entre elas pode estar o seu emprego... daqui a uma década.

Cerca de 60% dos melhores empregos dos próximos dez anos ainda não foram criados. É Thomas Frey, senior futurist (estratéga de inovação) do DaVinci Institute e um dos top Futurist Speakers da Google, que o considera um visionário no que toca à inovação e à identificação de tendências, quem o diz. Os estudos mais recentes focando os desafios dos profissionais e do mercado de trabalho à escala global parecem comprovar a sua teoria. Já ouviu falar de disruptores corporativos? Ou de conselheiros de produtividade, tutores de curiosidade, especialistas de crowdfunding, personal digital curators, alternative currency speculators, gestores de morte digital ou terapeutas de Digital Detox? Pois esteja atento porque a sua carreira pode passar por aqui.

A consultora organizacional americana Sparks & Honey conduziu um estudo onde identifica 20 carreiras promissoras para o futuro. Muitas ainda estão por criar, mas já é possível antecipar a sua relevância no contexto atual das empresas.?Durante décadas os modelos de carreira foram lineares e orientados para a estabilidade. Os jovens escolhiam uma carreira e seguiam-na a vida inteira, dos bancos da escola até à reforma. Esse modelo está ultrapassado. A tecnologia trouxe novos elementos à equação da empregabilidade e hoje as carreiras são complexas, fragmentadas, altamente especializadas, colaborativas. Na maior parte das vezes, “a nossa vida profissional é feita de um portfolio de várias micro-carreiras”, avança Frey e o sucesso e a solidez desse fio condutor passa sobretudo pela capacidade de antecipar as necessidades das empresas a médio prazo e especializar-se nessa área, a tempo de não perder o “comboio”.

Quem imaginaria, por exemplo, que em dez anos faria sentido a uma multinacional recrutar um consultor de produtividade. Alguém capaz de seguir as mais recentes tecnologias que podem ser adaptadas aos profissionais e empresas para otimizar o seu desempenho. Pois na lista da Sparks & Honey esta é uma das funções que registará maior procura na próxima década. Tanta procura como um personal digital curator (curador digital). Não sabe o que é? É alguém que pode pode fazer milagres pela gestão da tecnologia que utiliza diariamente. “Uma das profissões que pode registar procura nos próximos dez anos são os curadores digitais personalizados, especialistas que recomendam e asseguram a manutenção do nossa seleção de apps, hardware, software e fontes de informação, de acordo com a nossa personalidade e carreira”, explica o estudo que elenca outras profissões igualmente emergentes (ver caixa). Com este estudo, a consultora organizacional cujo foco é promover uma eficaz ligação entre a tecnologia e o factor humano nas empresas, quer apoiar a orientação dos profissionais e chamar a sua atenção para o imenso leque de novas carreiras que a tecnologia está a potenciar.

10 profissões com futuro:

1. Consultores de produtividade. Com o crescente foco na produtividade, aumentará a procura de profissionais capazes de seguir as mais recentes tecnologias que podem ser adaptadas aos profissionais e empresas para otimizar o seu desempenho.

2. Curadores digitais, especialistas que recomendam e asseguram a manutenção do nossa seleção de apps, hardware, software e fontes de informação, de acordo com a nossa personalidade e carreira.

3. Gestores de 'morte digital', especialistas capazes de criar, gerir ou eliminar conteúdos online de utilizadores falecidos.

4. Disruptores corporativos, especialistas contratados para combater a rigidez das hierarquias organizacionais e estimular um ambiente de startup, informalidade e inovação.

5. Tutores de curiosidade. Um coach pessoal que não só fornece aos demais inspiração e conteúdos capazes de estimular a sua curiosidade, como ensina a arte da descoberta de conhecimento.

6. Alternative Currency Speculators. À medida que as bitcoin e outras moedas virtuais ganham destaque, aumentará a procura de formas alternativas de arbitragem.

7. Especialistas em crowdfunding, especialistas em plataformas de crowdfunding capazes de promover e captar investimento para projetos nas várias plataformas disponíveis.

8. Operadores de drones, sobretudo os que tenham experiência em operar drones em contextos urbanos.

9. Consultores de privacidade, especialistas capazes de identificar vulnerabilidades ao nível da segurança, seja, elas pessoais, físicas ou informáticas.

10. Coaches de Skype, são consultores de carreira especializados em preparar e ajudar os profissionais a adaptarem-se a situações de entrevista remota ou video conferência, seja com treino de etiqueta, coaching ao nível da apresentação ou competências comunicacionais.

por Cátia Mateus

in Expressoemprego.pt, 27 Agosto 2016